domingo, 3 de agosto de 2008

Relacionamentos ao invés de Regras.

Jesus não pregou uma filosofia de vida e não deixou um conjunto de regras religiosas para serem seguidas. (...) [Ele] oferecia princípios espirituais e falava sobre o amor como a marca que distinguia aqueles que o seguiam. (...)

A psicologia está chegando à conclusão de que os seres humanos não podem existir sem um relacionamento saudável com outra pessoa. (...) As crianças que não são abraçadas não se desenvolvem bem, parceiros amorosos de uma vida inteira morrem com poucos meses de diferença e a solidão é a principal causa do suicídio. A religião de Jesus era sobre amor e relacionamento, não sobre regras, porque é de amor nos relacionamentos que precisamos para sobreviver. (BAKER, Mark W. 2005. P.154, 155.)

_______________________________________________________

Aconselho a leitura do livro “Jesus, o maior psicólogo que já existiu” (The greatest psychologist Who ever lived).

Um livro que mostra como os ensinamentos de Cristo se encaixam perfeitamente nos princípios da psicologia. O livro não se limita somente a cristãos, mas a todo aquele que deseja beneficiar-se aprendendo mais sobre si mesmo e sobre as pessoas que estão à sua volta, independente de ideais e/ou filosofias de vida.


- Tiago Faller.

Um comentário:

Mandy disse...

Gostei do template novo e não sabia onde comentar isso.