sábado, 22 de janeiro de 2011

Broken Road

Muitos sonhos e planos, alguém que acreditava e visava o futuro; séria e comprometida, queria sempre o melhor. Tinha problemas, claro, bem maiores do que se imaginava; mas a esperança nunca lhe abandonou e o que se esperava é que tudo daria certo.

Mas dessa vez não deu. Os sonhos foram quebrados e os planos despedaçados, mais uma vida que se foi numa madrugada que prefiro tirar da minha mente. Mas como esquecer de alguém que fez parte da minha vida? Como ignorar o fato de que caminhávamos em direções parecidas e tanto me alegrei com suas conquistas? Ficou a saudade e o incômodo da dor que essa situação criou.

Hoje rogo a Deus pelos seus queridos que sofrem a sua falta, que não aceitam que tudo isso teve de acontecer; rogo que nos livre da mão que se estende, mas que um dia pode nos derrubar. Espero um dia encontra-la num lugar melhor, ainda que sua fé não lhe permitisse crer nisso.

Deus, lembre-me quão passageira é minha estadia nesse mundo. Não quero acreditar que sou eterno, tão pouco que meus sonhos são maiores que a vida.

“Eu sou como um vento passageiro, que aparece e vai embora.
Como onda no oceano, assim como o vapor...”



Em memória de Patrícia Fedrigo, amiga e colega de classe.
(17/02/1986 - 19/01/2011)

5 comentários:

O diário de Evelyn Rose disse...

adorei, amei o seu jeito de escrever, poeta

O diário de Evelyn Rose disse...

adorei

LADY D. A. disse...

Eu me lembrei de quando eu perdi meu tio, foi o unico ente querido q eu chorei, pela morte, eu amaldiçoei Deus, eu amaldiçoei os médicos, mas a culpa não era deles, não era mesmo...

Thiago Henrique disse...

Yeah man, it sucks when a life is taken this way. I do hope her family can stand this moment of sorrow and they can wisely manage to understand that there is always a purpose behind this terrible things.

Nice text, great words.
Keep it up!
Now, I am following your blog!

Danielle Abadie disse...

Mais um post cheio de sentimentos, acho que deveria ter um botão ali escrito "não precisa de comentários". Muito bom, dr. Faller. (: